Como Escrever um Bom Livro Crítica

Este é um post convidado de Alan Eggleston.

Acabou de ler um grande livro – como partilhar essa maravilhosa experiência com o mundo? Você escreve uma resenha de livro! Mas como se escreve uma resenha de livro, e igualmente importante, como se escreve uma boa resenha de livro, uma que não se sente como um dufus para depois de a ter publicado? Aqui estão algumas dicas e sugestões que devem ajudar a orientar os amantes de livros entre nós.

Por falar nisso, estas dicas e sugestões aplicam-se igualmente aos livros de que não gostamos. Se estiver disposto a partilhar as suas grandes experiências com outros leitores, não deveria querer partilhar também as suas más experiências?

Directivas Gerais

P>Primeiro, tenha em mente, a sua resenha de livro é sobre o livro e as suas experiências com ele, não sobre si. Portanto, não te intrometas na resenha com asides nem tentes ser excessivamente divertido. Revise a obra.

Segundo, a crítica é sobre o leitor, não sobre o autor. Coloque o leitor, que quer saber se ele ou ela deve ler o livro, no seu lugar. Escreva para o leitor, não para o autor.

Terceiro, seja honesto. Não seja abusivo, mas faça uma avaliação honesta do livro a partir da sua perspectiva. Agora, alguns autores lêem críticas para aprenderem a melhorar a sua arte, mas algumas cerdas em más críticas, por isso seja também gentil. E tenha em mente que, enquanto uma boa crítica pode aumentar as vendas, uma má crítica pode afundar as vendas. A honestidade serve igualmente o leitor e o autor.

Specific Tips for Goodreads and Amazon Reviews

A maioria dos sítios de resenhas como Amazon e Goodreads pedem-lhe que classifique o livro, normalmente de 1 a 5. Cada sítio utiliza as classificações de forma um pouco diferente, mas tenha em mente que um 1 e um 5 devem ser muito raros. Para as resenhas da Amazon, um 3 é a fronteira do sucesso. Portanto, guarde um 2 para um livro de que realmente não gosta e um 1 para um completo fracasso. Estes números podem significar uma diferença entre ser promovido no site e cair num buraco negro.

Inclua uma breve sinopse do enredo, sem grandes revelações ou estragadores. Isto diz ao leitor do que se trata a história e dá-lhes algum contexto para os seus comentários.

Agora entre na sua reacção ao livro.

  • Como se sentiu sobre o livro? Deixou-o a sentir-se elevado – porquê? Sentiu-se desapontado – porquê? É o seu livro favorito de todos os tempos – porquê? Tiveram dificuldades em colocá-lo no chão, ou tiveram dificuldades em folheá-lo – porquê?
  • li>Dê exemplos específicos e concretos do que gostaram ou não gostaram no livro, elementos como o desenvolvimento de personagens, uso de cenário, trama, ritmo e detalhe, por exemplo. Cite exemplos, sem dar spoilers. Se o livro é não-ficção, concentre-se nos detalhes, organização, paixão pelo assunto, linguagem e profundidade do tema.li> Elogia o autor? Se o autor realmente mereceu elogios, certamente, mas explique porquê. A última coisa que quer fazer como revisor é soar como uma sucção. Isso irá desligar os leitores.

Nota que a linguagem com paixão numa crítica pode aumentar a classificação das páginas no Google. Se realmente gosta ou não gosta de um livro, é bom ser apaixonado por ele, mas se todas as suas resenhas da Amazon contiverem as mesmas reacções fortes, o Google pode descontar as suas resenhas e, assim, a classificação das suas páginas.

As resenhas dos livros não têm de ter uma duração específica, mas tenha em mente que o conteúdo online tende a ser mais curto. Por isso, sigo a regra: Mantenha-o curto e simples (KISS). Dê à crítica o detalhe de que necessita para transmitir os seus pensamentos, mas não se preocupe com os elogios ou faça pouco caso da crítica. As pessoas basicamente querem saber se o livro é bom ou mau e porquê, não ler um tratado.

Se escrever uma crítica para mais do que um site, não use a mesma crítica – reescreva a crítica para cada site. O Google e outros motores de busca penalizam as páginas por conteúdo duplicado e a sua resenha não aparece.

Finalmente, seja transparente. Se tiver uma ligação com o autor ou se tiver recebido uma cópia antecipada do livro para resenha, diga ao seu leitor. Se não o fizer e os leitores descobrirem mais tarde, não será confiável como revisor. O Google também desconta as suas resenhas se mais tarde descobrir.

Pronto para escrever agora as suas resenhas Goodreads e Amazon? Vai em frente, e diverte-te!

Alan Eggleston é um antigo livreiro e editor freelancer que escreve críticas de livros e filmes no seu website do Booksville Book Club.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *