Quando morreu a Rainha Cleópatra e quem a matou?

Cleopatra foi o último dos faraós egípcios. A sua morte marcou o fim da dinastia Ptolemaic, que governava o Egipto desde 305/304 AC, após o colapso do império estabelecido por Alexandre o Grande. Também permitiu a Octávio, que em 27 AC se tornaria Augusto, o primeiro imperador romano, deitar as mãos às suas terras.

div>Advertisement

Cleopatra tinha uma história de apostar a sorte da sua nação nos homens romanos. Em primeiro lugar, ela mergulhou para Júlio César e depois, na sequência do seu assassinato, o seu firme apoiante Marco António. Um terceiro, contudo, provaria estar para além dos seus lendários poderes de persuasão.

  • Quantos Cleópatra governaram o Antigo Egipto?
  • Os 7 melhores casais da história

Todos juntos, António e Cleópatra tentaram bloquear o caminho de Octávio para o poder, combinando os seus exércitos numa tentativa de o derrotar. O conflito atingiu o clímax na lendária Batalha de Áctio na Grécia – um encontro feroz que não correu bem para a Rainha do Egipto e o seu general romano, e eles foram forçados a fugir de volta para o Egipto.

No podcast: a espantosa história do Egipto

Esta palestra áudio do Professor Joann Fletcher é uma grande introdução aos maiores êxitos do antigo Egipto, desde os seus faraós e pirâmides até às vidas dos seus cidadãos.

Após o Egipto ter sido anexado por Octávio, foi renomeado Aegyptus e tornou-se – graças à sua prodigiosa produção de cereais – um contribuinte-chave para a economia romana. O porto de Alexandria cresceu para ser a segunda maior cidade do império.

Com as tropas de Octávio a marchar em direcção a Alexandria, António voltou a juntar-se à batalha. Cleópatra, entretanto, escondeu-se no seu mausoléu, juntamente com o seu tesouro e duas criadas.

Antonia recolheu a informação de que Cleópatra estava morta. Devastado, caiu sobre a sua espada, dizendo, segundo o biógrafo grego Antigo Plutarco: “Não me custa ser despojado de ti, pois de imediato estarei onde estás, mas dói-me que, como comandante, me revelei inferior a uma mulher em coragem”

  • Como era Cleópatra? Era ela realmente tão bonita?
  • 10 coisas que você (provavelmente) não sabia sobre o Antigo Egipto
  • /ul>

    Como morreu Cleópatra?

    Antonia recebeu então a notícia de que Cleópatra ainda estava viva. Ferido fatalmente, ele foi levado até ela. A rainha ficou perturbada mas, antes de ele sucumbir à morte, António pediu-lhe que fizesse as pazes com Octávio.

    Octávio, no entanto, não estava a fazer nenhum acordo. Ele queria Cleópatra como troféu para desfilar em Roma mas, em vez de se submeter, ela também cometeu suicídio. Diz a lenda que ela o fez encorajando uma cobra a mordê-la, embora as suas duas servas tenham morrido ao mesmo tempo, sugerindo que alguma outra forma de envenenamento a viu partir.

    Embora a morte de Cleópatra pudesse ter tirado o fôlego ao desfile da vitória de Octávio, ele foi recebido de volta em Roma como o herói conquistador. Ele tinha agora poder absoluto sobre o reino mais rico ao longo do Mar Mediterrâneo. O Egipto tinha-se tornado uma mera província para Roma, um dos maiores e mais poderosos impérios do mundo antigo, para pilhar. Permaneceria sob domínio romano até ao século VII.

    Advertisement

    Este conteúdo apareceu pela primeira vez na edição de Agosto de 2017 da BBC History Revealed

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *